Close

09/03/2017

Capital do Canadá vai restringir venda de gatos e cães em lojas de animais

A Câmara Municipal de Otava, no Canadá, aprovou uma lei que restringe a venda, em lojas de animais, de gatos e cães criados com objetivos comerciais.

As novas pet shop só poderão oferecer cães e gatos provenientes de canis, centros de recolha e associações de animais.

Todas as lojas terão de incluir uma política de devoluções de 48 horas, assim como providenciar um certificado que indique a origem do animal de companhia que está a ser vendido.

As lojas de animais já existentes terão um período de 5 anos para fazer a transição para este novo modelo. A Humane Society (HS), uma organização de proteção animal internacional, aplaude esta medida da Câmara Municipal de Otava. “Os cidadãos de Otava demostraram um apoio tremendo a este regulamento e saudamos a decisão da Câmara Municipal de Otava de restringir a venda de cães e gatos criados comercialmente em lojas de animais”, diz Ewa Demianowicz, gestora de campanhas da HS no Canada, criticando, contudo, a duração que considera excessiva, daquele período de 5 anos concedido às pet shops existentes para adaptação a esta nova lei.

Recordamos que idêntica medida foi já implementada noutras cidades mundiais, de entre as quais São Francisco, nos Estados Unidos da América (LER NOTÍCIA)

Fonte: Portal da Humane Society International www.hsi.org

Comments on Capital do Canadá vai restringir venda de gatos e cães em lojas de animais